Logo CMPS

Log in
updated 3:23 PM -03, Nov 27, 2020

Mensagem de final de ano - Visitador Provincial

 

“Na gratuidade do amor, Deus enviou seu Filho para tornar-se conhecido a todos!”

Prezados sacerdotes da CMPS e amigos colaboradores da nossa querida Província de Curitiba

Chegou o momento em que fazemos o balanço das atividades de 2018. Tudo está contido em nossa memória e em nosso coração. Sempre é bom avaliar e reavaliar as atividades, como também projetos pessoais e comunitários. Mesmo diante da correria do dia a dia, faz-se necessário dar importância ao precioso momento de retomada de tudo o que foi construído ao longo desta caminhada.

Gostaria de rememorar alguns pontos significativos referentes à Administração Provincial em 2018, como: reuniões do Conselho Provincial, da equipe econômica, da equipe do ano jubilar, da reestruturação da Faculdade Vicentina (FAVI), de formadores, dos párocos e vigários, formação permanente, Assembleia Civil e para a revisão das Normas Provinciais, Visita Canônica, encontros para comemoração dos aniversariantes e tantas outras realizações. Muitas destas atividades se repetem anualmente, mas este ano foi especial, pois tudo foi feito dentro de um contexto jubilar. No dia 27 de setembro de 2019, celebraremos o Jubileu de Ouro da nossa Província.

Gostaria de enaltecer a Visita Canônica que tivemos. Foi um momento de acolhida da graça de Deus. Era visível a abertura de coração de cada coirmão, tanto nas reuniões que aconteceram nas Casas, como nas ocasiões de conversa individual, bem como nos encontros para acolher as mensagens do Superior Geral, que vinha por meio do Vigário Geral da Congregação da Missão, Pe. Francisco Javier Álvarez Munguía. Não resta dúvida de que a Visita Canônica veio nos animar e dar um novo impulso missionário; como nos encheu de ânimo no sentido de pertença à Pequena Companhia, como enaltecia São Vicente de Paulo. Com esse revigoramento missionário, não podemos deixar de dar continuidade à semeadura do carisma de Vicente de Paulo; é o legado que Vicente nos deixa. Onde estivermos, seremos da Congregação da Missão, devemos dizer com o peito repleto de segurança e determinação e não como caniços ao vento; juntamente com a Igreja, prontos para fortalecer o espírito missionário dentro da dinâmica de uma “Igreja em Saída”.

Aproxima-se uma das maiores festas cristãs, o Natal do Senhor! Momento para rever nossas inquietudes e inseguranças e depositar junto à manjedoura da contemplação. Os olhos da humanidade se voltam para a manjedoura. No silêncio, retém-se o essencial para renovar as virtudes teologais: fé, esperança e caridade, como o desejo de sermos melhores, abrindo-nos ao exercício do perdão, em busca da paz. Realmente, o “Espírito do Natal” renova positivamente o coração de toda humanidade, cristãos e não cristãos, que revestidos de alegria e esperança, contemplam a ternura de Deus, que apresenta seu Filho como Salvador: “Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador” (Lc 2, 11).

Mais uma vez, gostaria de destacar que, no Natal, renovam-se os paradigmas, pois surge um novo tempo de Paz e de Amor. Tempo de esquecer os ressentimentos e mágoas, para melhor celebrar a vida que vem de Deus e que renova o espírito missionário, dando a todos a oportunidade de perceber com o impulso do coração, os sinais e as necessidades do mundo contemporâneo, bem como as novas formas de pobreza encontradas em nossas atividades missionárias.

Numa mensagem natalina enviada aos nossos sacerdotes, tomei a liberdade de dizer que o nosso agir seja uma expressão de uma verdadeira alegria, nos desprendendo de nossas comodidades e nos apontando para uma Igreja em saída. Como missionários da Congregação da Missão, imbuídos do espírito do Natal, renovemos os laços de união entre nós, e sintamo-nos fortalecidos no exercício do carisma de São Vicente de Paulo.

Abramo-nos ao convite que segue: “Vamos a Belém para saber o que aconteceu, e que o Senhor nos fez saber” (Lc 2, 15). Ajudemos nossos colaboradores a viverem com mais audácia missionária as graças ao celebrar o Natal do Senhor, e as graças do Ano Jubilar, motivando-os a participarem das atividades que despontam em 2019.

Em São Vicente de Paulo, um feliz Natal e um próspero 2019.

Pe. Odair Miguel Gonsalves dos Santos, CM
Visitador Provincial